Compartilho dos motivos da minha decisão em concorrer para a nova diretoria da OAB - 12º Subseção


     
 
 
 
 
 
 
 
       Compartilho dos motivos da minha decisão em concorrer para a nova diretoria da OAB - 12º Subseção
 
 
Tenho 34 anos. Há 19 anos começou a minha trajetória de militância. Sempre acreditei que é possível todas as pessoas terem as mesmas oportunidades e viverem de uma forma digna, com o melhor que a vida pode nos oferecer.
 
 
Com esses ideais me engajei em movimentos sociais, iniciando no movimento estudantil. Trabalhei na Procuradoria do INSS, no Ministério Público Federal e na Defensoria Pública do Estado de São Paulo. Me formei em Direito em 2.007 e comecei a advogar de maneira autônoma em 2.008, e já em 2.008, durante a gestão de Jorge Marcos Souza na 12º Subseção da OAB, fui nomeada membro da Comissão de Direitos Humanos, sendo novamente nomeada para essa comissão em 2.010, durante a gestão de Ricardo Rui Giuntini, e no mesmo ano também fui aprovada para cargo do Ministério Público do Estado de São Paulo, o qual preferi não tomar posse. Em movimentos sociais ajudei a organizar emblemáticos protestos em Ribeirão Preto, e que trouxeram relevantes e positivos ganhos para a cidade.
 
 
Desde quando iniciei a faculdade, senti que o Direito era o instrumento que eu buscava para contribuir com transformações sociais. Foi com esse objetivo que escolhi cursar Direito e foi com esse objetivo que, depois, e até hoje, continuei no mesmo caminho como advogada.
 
 
O tempo percorrido nessa militância reforçou minha busca por justiça e minha vontade de querer contribuir fazendo mais. A vontade de querer fazer mais, no entanto, pedia mais poder e instrumentos para poder fazer mais.
 
 
Nas experiências que tive eu vivenciei a força da cidadania e o poder da união, mas também vivenciei os seus limites. Só quem já participou de reivindicações sabe como podem ser fortes os obstáculos que o sistema nos impõe. Eu vivenciei isso.
 
 
Após essas experiências, enxerguei na oportunidade de estar na gestão da OAB, dentro de um projeto coletivo construído ao lado dos colegas de profissão Daniel Rondi, Rafael Gabarra, Luiz Fernando Mokwa e da colega Kelma Portugal, a oportunidade de ter mais instrumentos e poder para poder fazer mais, com mais qualidade e rapidez, objetivando realizar as transformações que queremos ver acontecer na nossa classe e na nossa sociedade. E após essas experiências também me sinto preparada para desempenhar tal função, com a seriedade, a coragem, o conhecimento e o comprometimento que ela exige.
 
 
Eu acredito que a nossa 12º Subseção pode mais e melhor do que fazendo, e nessa oportunidade de renovação eu acredito que eu e meus colegas de chapa podemos, juntos e juntas com todas as colegas e todos os colegas de profissão, realizarmos a OAB que queremos, e, mais do que isso, a OAB que ela deve ser, defendendo nossas prerrogativas profissionais com a coragem de se manifestar para que elas sejam observadas em qualquer circunstância e sempre, e defendendo a Constituição Federal, a legalidade, o Estado Democrático de Direito, a justiça social, os direitos humanos e a rápida administração da justiça, porque quando as funções institucionais da OAB são respeitadas, e a advocacia, o Judiciário e o Ministério Público são tratados de maneira igual e igualmente respeitados, é o direito à justiça das pessoas que é respeitado, e com justiça, todas as pessoas vivem melhor.
 
 
Um amoroso abraço e boa eleição a todas e todos nós!
 
 
Raquel Montero
 
 
 


Veja outras notícias

30/11/2018 - Na eleição da OAB de Ribeirão Preto foi eleita a renovação
19/11/2018 - União homoafetiva aumentou mais do que as uniões entre heterossexuais
22/10/2018 - Compartilho dos motivos da minha decisão em concorrer para a nova diretoria da OAB - 12º Subseção
05/09/2018 - Entrevista para a Revide sobre baixo número de candidaturas de mulheres
07/08/2018 - Entrevista sobre os 12 anos da Lei Maria da Penha
09/05/2018 - Palestra sobre a Lei Maria da Penha
21/03/2018 - Violência doméstica ou familiar contra a mulher e o direito a indenização por dano moral
16/03/2018 - Democracia e representação das diferenças em palestra em escola estadual
09/03/2018 - Atividades da Semana 8M
07/03/2018 - Mudança de prenome e sexo direto no cartório
Vídeos e Entrevistas
meu canal no youtube
Entrevistas em
jornais e revistas
Fotos
Blog
Facebook

escritório
Rua Cavalheiro Torquato Rizzi, 1267
CEP 14020 300Jardim IrajáRibeirão PretoSP
(16) 3013 9636 (16) 99222 7411
raquel@raquelmontero.adv.br