Prefeito Nogueira, trate nossas crianças como se fossem seus filhos


 

Foto: Reprodução

 

       Na sexta-feira passada, 18 de janei­ro, ocorreu uma reunião na Prefeitura de Ribeirão Preto onde foi falado sobre soluções para a implantação de novas creches na cidade, tendo em vista o déficit de vagas. Participou dela o Prefeito Nogueira (PSDB), o vice-presiden­te do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), Desembargador Artur Marques da Silva Filho, o Desembargador José Carlos Gonçalves Xavier de Aquino, o Juiz da Vara da Infância e Juventude de Ribei­rão Preto, Paulo Cesar Gentile, e o Juiz da 1º Vara da Família de Ribeirão, Ricardo Braga Monte Serrat.

 
 
O assunto é antigo em Ribeirão. Já existia o problema de déficit de vagas em creches no governo anterior. Continua existindo agora, sobre a administração de Nogueira que já está em exercício de mandato há dois anos. São cerca de 3 mil crianças sem creche em Ribeirão, e no Brasil, para cada quatro crianças de zero a três anos que vivem no Brasil, apenas uma está matriculada nessa etapa de ensino. Como falar em cidade rica com esse cenário?
 
 
Precisamos alertar; crianças não são felizes sozinhas! Crianças são felizes e se desenvolvem bem sendo cuidadas! Crianças serão felizes com educaçãosaúde públicas de qualidade.
 
 
Crianças estimuladas nos primeiros anos de vida e que passam pela educação infantil têm mais chances de ter bons resultados no ensino fundamental, de concluir a educação básica e de contribuir para quebrar o ciclo de pobreza no país, afirmam especialistas em Educação. O aprendizado em creches e pré-escolas ajuda no desenvolvimento cognitivo, físico e nas atividades relacionadas à criatividade, socialização e memória.
 
 
A falta de vagas em creches leva, ainda, a outro problema; o desemprego da mãe, que tem que ficar em casa para cuidar da criança e o menor poder aquisitivo da família que não pode contar com a mãe trabalhado fora de casa, só podendo contar com um dos genitores para fazer isso. As que ainda tentam superar essa barreira, não por opção, mas por necessidade, e vão trabalhar fora de casa, passam os próximos dias de suas vidas angustiadas, porque tiveram que deixar uma “vizinha” cuidando do bebe em ambientes não adequados, porque não tiveram vaga em creche.
 
 
A absoluta maioria das mulheres torce pra conseguir uma vaga em creche quando o bebe tem 100 dias, para fazer a adaptação nos últimos 20 dias da licença. Muitas mulheres são demitidas ao voltar para o trabalho, simplesmente porque se tornaram "mães" e o patrão não gosta porque acha que passaram a ser empregadas "problema" pelo simples e natural fato de se tornarem mães.
 
 
E para ajudar nesse déficit de nossa cidade e de quase todas as cidades do Brasil, o governo Temmer (MDB), através da Emenda Constitucional 95 congelou por 20 anos os investimentos (investimentos, não "gastos") em saúde e educação.
 
 
Prefeito Nogueira, veja as crianças de nossa cidade como se fossem os seus três filhos, Antônio, Otávio e João, aqueles para os quais acredito que o senhor quis dar o melhor. O senhor sabe que elas precisam, sim, de cuidados. E para isso precisam também do Estado. Esse investimento tem que ser priorizado. E toda vez que o Estado falta, se ausenta, mais uma vez, sobra para as mulheres, porque são elas que abandonam seus trabalhos para ficarem em casa cuidando dos filhos, são elas que ficam nas filas dos postos de saúde e de hospitais para levarem seus filhos. E ai, Prefeito, aprofundamos um outro problema antigo, o da discriminação e desigualdade entre homens e mulheres.
 
 
Alguém já disse que se pode reconhecer o valor de um país pelo modo como trata suas crianças. Entendo que vale o mesmo para uma cidade, e acredito que o senhor concorda com isso.
 
 
Raquel Montero
 


Veja outros artigos

30/09/2019 - O PARALELEPÍPEDO DA NOVE DE JULHO NÃO É O PROBLEMA, A FALTA DE MANUTENÇÃO NELES É QUE É
11/09/2019 - PARA QUE SERVE O CONSELHO TUTELAR E O QUE VOCÊ TEM COM ISSO?
23/08/2019 - Prazo para reclamar correção de FGTS encerra em novembro
05/08/2019 - E ai, Nogueira, o coração tem certas razões que a própria razão desconhece?
09/07/2019 - Os resultados nefastos da Lava Jato
20/06/2019 - A quem interessa acabar com Conselhos de participação popular?
05/06/2019 - Privatizar o Aeroporto Leite Lopes ao invés de valorizá-lo?
13/05/2019 - Qual serviço público que foi privatizado melhorou?
29/04/2019 - TRANSFORMAR O MUNDO, TORNANDO-O MAIS HUMANO, É O SENTIDO DO TRABALHO
18/04/2019 - Paulo Freire, o Ministro da Educação e um Professor
Vídeos e Entrevistas
meu canal no youtube
Entrevistas em
jornais e revistas
Fotos
Blog
Facebook

escritório
Rua Cavalheiro Torquato Rizzi, 1267
CEP 14020 300Jardim IrajáRibeirão PretoSP
(16) 3013 9636 (16) 99222 7411
raquel@raquelmontero.adv.br